terça-feira, junho 19, 2012

Nuvens


A sensação de andar por cima das nuvens, a leveza do branco e a intensidade do azul, levam o meu corpo a querer espaço, espaço para praticar tal leveza.
O balanço quase suave do avião me apresenta uma coreografia simples, limpa e plena. Sutis enlaces de nuvens brancas, cinzas e cheias.
O sol invade a janela da aeronave e ilumina meus traços rápidos e sinuosos de escrita frenética.
Os raios coloridos de nuvens e sol para encerrar uma temporada de afirmações pessoais, profissionais e estéticas.

Nenhum comentário: