quinta-feira, março 16, 2006

Desabafo...

Por que agora, depois de tantos anos você quer tirar isso do meu corpo?

Por que de uma hora para outra você decide meu futuro?

Por que você nunca fala seus verdadeiros motivos para mim?

Tenho certeza quase que absoluta, que você gostaria de estar no meu lugar hoje. Num lugar, onde a minha obrigação é apenas sorrir e dançar. Obrigação que muitos vêem de forma errada, distorcida. Pra você, eu sou uma puga que parasita sua vida, uma nuvem que passa desapercebida, mais uma gota de chuva no meio das rosas que você ajuda a cultivar.

Pra você posso ser tudo isso, mas para o mundo eu sou um deus, um valente, um romantico, um apreciador das belezas internas e um interlocultor dos sentimentos. Sabi de uma coisa, eu tenho pena de você. Pena não. Pena, como diz uma ser conhecido, é uma sentimento baixo. Eu tenho dó de você. Uma pessoa amarga, sem criatividade, sem esperanças de um lugar ao céu, um ser que sua diverção é ficar à frente de uma televisão, sentado (quase deitado) em um sofá, assistindo seres igualmente despresíveis chutando uma bola de um lado para o outro.

Seres assim, eu simplesmente esqueço...

Passe bem!!!!!

Não pedi a você para me colocar no mundo, agora, aguente!!!!!

Um comentário:

isabeleribeiro. disse...

Sei nem o que falar...

Tudo bem que eu acabei de te ver ne..


te amo muito viu????
Pode deixar que eu tenho certeza que nada vai te destruir...
Pelo menos se depender de mim .. é.


Beijos..
Te amo muito!!